28 de jul de 2011

Rapidinhas da Semana

Enem pode dar diploma

Estudantes com bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão requerer certificado de conclusão desse nível ou declaração de proficiência em áreas do conhecimento que possam ser aproveitadas em cursos supletivos.
Os interessados devem ser maiores de 18 anos no dia da realização da primeira prova do exame, ter atingido o mínimo de 400 pontos em cada uma das áreas do conhecimento e ter obtido ao menos 500 pontos na redação.
Às secretarias estaduais de educação e aos institutos federais de educação, ciência e tecnologia credenciados cabe estabelecer os trâmites necessários para o requerimento do certificado. As notas obtidas no Enem 2009, ano em que o exame passou a certificar, e no Enem 2010 podem ser utilizadas.

Prêmio Vivaleitura

Escolas públicas e privadas, bibliotecas e organizações da sociedade civil podem inscrever experiências de estímulo à leitura e concorrer ao prêmio Vivaleitura 2011. Conforme o regulamento do prêmio, podem participar nesta edição experiências que começaram em janeiro de 2009 e que serão concluídas até julho de 2011; ou projetos permanentes com indicadores de resultados. As inscrições vão até 10 de agosto e podem ser feitas aqui.

Censo Escolar 2011

Os gestores escolares de instituições públicas e privadas têm prazo até 14 de agosto para enviar as informações do censo escolar 2011. As escolas que não fornecem os dados ficam impossibilitadas de participar de diversos programas do Ministério da Educação, como o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), a Alimentação Escolar, a distribuição de livros didáticos, o Dinheiro Direto na Escola, o Mais Educação, o Plano de Ações Articuladas (PAR), entre outros.
Realizado todos os anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o censo é uma pesquisa realizada junto aos estabelecimentos de ensino para levantamento de dados e informações relativas à educação básica, com o objetivo de subsidiar a elaboração de análises, diagnósticos e planejamento do sistema educacional do país. Políticas públicas que promovam um ensino de qualidade para todos os brasileiros serão definidas e monitoradas a partir desses dados.

Aberto prazo para adesão ao programa Brasil Alfabetizado


Os estados, o Distrito Federal e os municípios têm prazo até 4 de setembro para aderir ao programa Brasil Alfabetizado e informar ao MEC as metas de alfabetização de jovens e adultos nas áreas urbanas e rurais. Além dos alunos a serem atendidos, as secretarias de educação devem informar o número de alfabetizadores, de tradutores-intérpretes da língua brasileira de sinais (libras) e de coordenadores de turmas. Confira os passos na Resolução nº 32/2011.

Fonte: MEC

Nenhum comentário:

Postar um comentário