6 de jul de 2011

Quadrilha do Projovem Urbano (FORRÓ DA ALEGRIA) é vice campeã do II Festival Municipal de Quadrilhas Estilizadas de Eldorado do Carajás

Na noite do dia 1º de julho a quadrilha FORRÓ DA ALEGRIA se apresentou no “arraiá popular” com o tema: Nas quebradas do sertão, eis que surge Lampião. Com um estilo original e ousado o grupo encantou o público presente e ficou em 1º lugar na disputa da categoria juvenil e também venceu com o melhor puxador. No dia seguinte (02/07) aconteceu o II Festival Municipal de Quadrilhas Estilizadas e novamente brilhou com Lampião, Maria Bonita e seu bando, ficando em 2º lugar e ainda levando o título de melhor puxador do municipal de 2011 para o profº Adolfo Freitas que estava personalizado de Lampião.

GE DIGITAL CAMERA

Puxador Adolfo Freitas recebendo o prêmio

Histórico

O grupo FORRÓ DA ALEGRIA foi formado em abril/2011, é composto por alunos, professores, filhos de servidores e pessoas da comunidade onde o programa é executado, com idade entre 12 e 33 anos.

GE DIGITAL CAMERA

O nosso tema traz como título “nas quebradas do sertão, eis que surge Lampião”, em referência ao fenômeno surgido no Brasil em meados do século XIX e inicio do XX que ficou conhecido como cangaço. O nordeste brasileiro transformou-se num cenário de faroeste americano, onde o banditismo social foi a sua principal marca. Nesse contexto, um jovem nascido no sítio Passagem das Pedras, no município de Vila Bela, atualmente Serra Talhada em Pernambuco grande admirador do Coronel Padre Cícero, ficou famoso por subverter a ordem imposta pelas elites dominantes e tornou-se o “Rei do cangaço”. Estamos falando de Virgolino Ferreira da Silva, vulgo Lampião, que juntamente com sua esposa Maria Bonita e seu bando atuaram durante as décadas de 1920 e 1930 em praticamente todos os estados do nordeste.

Como disse o escritor Euclides da Cunha:”o sertanejo é antes de tudo um forte” e isso o Rei do Cangaço deixou como herança para este povo, que simboliza a nossa pátria e o nosso chão.

GE DIGITAL CAMERA

Aluno do Projovem

O Forró da Alegria teve a honra de prestar homenagem a esse “herói popular” e apresentou Lampiao, Maria Bonita e quatro de seus homens de confiança: Corisco, Xumbinho, Nuvueiro e Volta Seca, invadindo uma festividade: o casamento de Rosinha e Chicó, no Vilarejo de Taperoá, sertão nordestino.

GE DIGITAL CAMERA

GE DIGITAL CAMERA               

Parabéns aos coordenadores de núcleo, professores e em especial aos alunos que se dedicaram a este projeto. VALEU FORRÓ DA ALEGRIA!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário